Tatuagens

🌈 DEEZ INK – BODY & SOUL TATTOO ✨

🎨 Estilos preferenciais: Black Work; Minimalista; Rastelado / Delicado; Sketch

Instagram: @deez.ink

Breve enquadramento:

Desde tenra idade que sentia o cuidar como um propósito de vida. E a mesma foi-me levando a conquistar esse desejo através da minha formação base em Enfermagem. A segurança e o pilar que me tem permitido conquistar os outros pequenos grandes tijolos do meu multifacetado castelo da alma.

Desde tenra idade que as artes também me borbulhavam internamente, principalmente no que tocava a artes marciais, música e desenho. Tive a felicidade de praticar Karaté Shotokan durante alguns anos, anos que recordo com muito carinho e saudosismo; sonhava igualmente em tocar algum instrumento (quiçá ter uma banda), e já entre a adolescência / inícios de idade adulta, que a arte das tatuagens também me fazia perder no campo do fascínio, desejo e imaginação. Realizei a primeira aos 18 anos, e a partir daí não tenho parado.

Trabalhar com as mãos foi-me sempre algo muito fluído e empírico. Talvez por esse motivo me tenha tornado também massagista e terapeuta corporal integrativa. Tocar corpos, almas, e cuidar do campo físico, emocional e energético foi-se tornando um propósito e filosofia de vida, numa procura constante de desenvolvimento pessoal entre o Eu, o Outro e o Mundo. E tem sido através desta descoberta de mim mesma que me tenho permitido integrar nas várias valências e inspirar os que me rodeiam a permitirem-se ao mesmo.

Porque podemos ser compostos de tudo a que nos permitirmos receber e desenvolver, sem rótulos, sem medos, sem fragmentos. Simplesmente SER tudo aquilo a que nos quisermos propor. Sermos um todo entre as nossas profissões, desejos, dualidades e vocações. Basta que a imaginação seja transformada em criação.

Os primeiros passos na música começaram a ser pequenas sementes que tenho vindo a regar. No campo das tatuagens, largos anos após o que ficara em sonho e imaginação, começo agora não só a semear, mas também a colher dos seus frutos que para mim estão a ter um sabor muito especial.

Porque a vida é dinâmica e composta de experiências, espero que esta minha expressão artística se torne somente em mais uma forma de resgatar partezinhas da minha alma e dos que vêm ao meu encontro.

Na visão sistémica de Bert Hellinger, as tatuagens mostram pessoas excluídas do sistema familiar. Por conseguinte, a pessoa tatuada sente-se completa, uma vez que as tatuagens funcionam para compensar perdas ou aspirações não cumpridas, expressando afeto e honra a uma situação ou pessoa.

“A tatuagem é a porta de entrada para que o excluído tenha um lugar na alma do outro.” (Bert Hellinger)

Assim sendo, será com muito carinho que continuarei a regar esta semente, não por uma questão de mero passatempo, mas sobretudo pelo princípio do prazer, de forma a me poder encontrar como alma que continua a querer tocar outras almas, num resgate constante do seu propósito de vida.

E já que o corpo é uma obra de arte… então porque não decorar o mural?

Um enorme OBRIGADA desde já ao mentor que me tem permitido dar os passos nesta carreira – Daniel Dotta (Chapolin Tattoo), por todo o seu suporte, inspiração e talento, e com quem tenho o prazer de poder colaborar.

Abraço fraterno da Diana enfermeira, terapeuta, artista, ou seja lá aquilo que se quiser definir…

Bem hajam!

%d blogueiros gostam disto: